TERAPIA PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Muitas vezes as crianças não podem ou ainda não conseguem expressar o que há de errado.  Elas ainda não possuem discernimento para verbalizar seus sentimentos.  Ao contrário, elas contam suas histórias interagindo com seu ambiente.

Como psicóloga infantilDra. Fernanda Spengler é hábil na ciência de diagnosticar e entender o comportamento das crianças. Ela coleta informações utilizando-se de diversas modalidades (entrevistas de diagnóstico, avaliações descritivas, observação de comportamento, terapia infantil (jogos, brincadeiras) e interação familiar. Trata crianças com  Déficit de atenção e Hiperatividade, problemas de socialização, dificuldades escolares, medos/angustias exagerados, comportamento inadequado e síndromes que afetam o desenvolvimento da criança.

 Abaixo segue uma visão geral de situações em que os pais devem atentar-se no comportamento de seus filhos.

  •  Mudanças de Humor – depressão e ansiedade podem manifestar-se como tristeza, irritação e ou/ agressão ;
  • Mudanças de comportamento – a criança pode aumentar ou diminuir o seu nível de energia, ou seja,  menor interesse em brincar e/ou demonstrar um comportamento de isolamento ;
  •  Queixas Físicas – crianças que frequentemente reclamam de indisposições físicas como dor de cabeça ou dor de barriga;
  • Dificuldades em separar-se dos pais – algumas crianças tornam-se estressadas quando separadas dos pais, o que pode indicar ansiedade pela separação;
  •  Problemas de concentração – crianças que possuem dificuldades de concentração e em manter-se tranqüila durante alguma atividade ou que comporta-se impulsivamente;
  • Negar-se a ir a Escola – crianças que se negam a ir a escola é um indício que elas possuem problemas emocionais e devem ser tratadas para retornar a escola o quanto antes;
  • Baixo desempenho escolar – desempenho escolar fraco ou queda das notas pode indicar stress emocional ou dificuldades de aprendizagem;
  • Comportamento Inadequado – Crianças que agem de forma excessivamente temperamental, muitas vezes agressivas com pais, irmãos, amigos e professores;

A IMPORTÂNCIA DA INTERVENÇÃO PRECOCE

Crianças apresentam excelentes evoluções e menor dificuldades a longo prazo quando elas recebem um tratamento intenso e uma intervenção precoce.  Problemas não tratados tendem a se agravarem e apresentam uma maior resistência. Tolerância a frustração por exemplo, é  uma habilidade chave para crianças aprenderam desde cedo. Pais que falham ao ensinar seus filhos a como aceitar um “Não” estão criando um notivo para problemas maiores no futuro como crianças maduras.[su_pullquote align=”right”]Crianças apresentam excelentes evoluções e menor dificuldades a longo prazo quando elas recebem um tratamento intenso e uma intervenção precoce.[/su_pullquote]