A identificação precoce das dificuldades de aprendizagem

A identificação precoce das dificuldades de aprendizagem , se faz de modo a evitar os problemas que tendem a se complicar com a evolução escolar.

Pequenos problemas de aprendizagem costumam surgir na idade pré-escolar, onde geralmente são identificados pelos professores. O início do processo de escolarização é o período mais adequado para a identificação das dificuldades de aprendizagem, pois assim, pode se garantir uma intervenção preventiva nos seguintes parâmetros de desenvolvimento:

– linguagem;

– psicomotricidade;

– percepção auditiva e visual;

– comportamento emocional.

A identificação deve estar voltada para as necessidades educacionais específicas das crianças e deve levar em consideração vários fatores:

Linguagem: vocabulário; organização gramatical; formulação de idéias (fluência); contar histórias; relatar fatos, experiências e acontecimentos; descrição de figuras e ilustrações; explicação e fundamentação de opiniões; qualidade e entonação da fala; reprodução de canções e rimas.

Psicomotricidade: equilíbrio; imagem corporal; imitação de gestos; desenho do corpo; agilidade; motricidade fina; manipulação de objetos.

Percepção visual: discriminação, identificação, complemento, memória, coordenação visuo-motora, figura-fundo, constância de forma, posição e relação de espaço.

Orientação: orientação espacial; apreciação das relações; lateralidade em si e nos outros; direcionalidade; ritmo; apreciação do tempo.

Criatividade: espontaneidade; curiosidade; exploração; dramatização; modelação; pintura; desenho; invenção; imaginação e grafismo.

Compreensão auditiva: compreensão dos significados das palavras; discriminação de pares de palavras; discriminação de frases absurdas; compreensão de histórias lidas; memória de curto termo (palavras e frases); retenção da informação e execução de instruções verbais.

Comportamento social: cooperação com outras crianças e com adultos; atenção; organização; auto-suficiência; atividade lúdica; responsabilidade; cumprimento de tarefas e autonomia.

É importante ressaltar que a identificação de algum fator em deficit deve levar em consideração a faixa etária da criança e o nível de estimulação a ela possibilitado, encaminhando para atendimento especializado. A avaliação do estágio de desenvolvimento e suas defasagens deve ser realizada por profissionais especializados que possuem instrumentos e técnicas validadas cientificamente e condições de intervir com bases sólidas para aprimorara o desempenho da criança.

Participe da Discussão!

engajamentos