Relação entre avós e netos!

Hoje a grande questão para muitos avós é como participar da vida dos netos sem deseducá-los ou tirar a autoridade dos pais.

Atualmente muita coisa mudou. Do mesmo modo em que a estrutura familiar evoluiu, os avós também. São pessoas ainda ativas, dinâmicas, com vontade de viver e de continuar a descobrir as maravilhas da vida.

Sendo assim, para que haja uma boa relação entre avós e netos, é fundamental que se perceba que a criança não é uma segunda oportunidade para representar o papel dos pais, mas sim que agora têm de desempenhar novas funções.

O seu papel não é o de educar, mas sim, o de mimar, cuidar, proteger, e ensinar…

Portanto, não deve-se tranferir as responsabilidades que são inerentes aos pais, para os avós, assim como os avós precisam estar conscientes dos limites de sua interferência.

Também precisam estar conscientes da sua importância na formação e ensinamento das crianças, mas com a restrição de ocuparem um papel diferente e menos rigoroso.

Os momentos passados com os avós devem ser momentos lúdicos, repletos de brincadeiras, das quais até podem ser quebradas algumas regrinhas. Isso tudo ajuda a criança a lidar de forma mais eficiente com seu dia a dia.

O estabelecimento de regras e limites feito pelos pais, devem deixar que os avós se sintam mais despreocupados e, em alguns momentos, permitir aos netos alguns comportamentos que nunca permitiram aos filhos.

Ao longo de suas rotinas, a criança deverá ter um momento para a descarga de toda a pressão sofrida pelos limites impostos pelos pais, e isso acaba acontecendo na escola, em casa.. Então seria dever dos avós auxiliá-los nessa parte.

Uma questão que merece ser colocada em destaque, é a importância de não chamarem o avô ou avó apenas quando têm algum compromisso e necessitam de alguém para ficar com as crianças.

É importantíssimo que os pais estimulem a convivência entre avós e netos, mantendo esse laço familiar que é tão gostoso de se vivenciar.

As crianças obtem nos avós um porto seguro, doce e experiente.

É com eles que elas aprendem sobre a história da família e de seus pais, e vêem a importância do respeito aos mais velhos, da brincadeira sem restrição, do aconchego de um lar cheio de amor e repleto de momentos a serem vividos, com muita alegria e diversão.

“A relação com nossos avós será sempre única, mas também será uma das mais afetuosas e profundas que experimentaremos em nossa vida. Sempre lembraremos dela por sua profundidade e por seu tratamento excepcional e genuíno.
Simbolizam um lugar onde aprendemos mais valores mesmo havendo menos regras, onde nos educaram com serenidade e maturidade, onde sentíamos o fruto de sua satisfação pela continuidade e onde aprendemos com temperança e paz”    Fonte indicada: Melhor com saúde

Participe da Discussão!

engajamentos